Sniffers e Análise de pacotes na rede cabeada

Os sniffers são ferramentas que permitem capturar e scanear o trafego da rede, possibilitando ao administrador reunir informações, monitorar o uso de protocolos que não deveriam trafegar na rede e enfrentar de forma objetiva questões que afetam o desempenho de serviços.

A análise dos pacotes capturados permite o levantamento de questões como: “o tráfego da rede está normal”? “Existe alguma flag TCP não usual”? Continue reading

BGP – Mandatory Well-Known (Path Attributes)

O Protocolo BGP utiliza diversos parâmetros para escolha de melhor rota quando há diversos caminhos para o mesmo destino, esses parâmetros são chamados de Path Atributes.

Cada atualização do BGP consiste em uma ou mais sub-redes (prefixos) vinculadas aos seus atributos.

Os Path Atributes são classificados em Well-Known ( bem conhecido ) ou Optional (opcional). Alguns desses atributos são obrigatórios e outros opcionais com validade local na tabela de roteamento, local no AS, etc. Continue reading

MITM com arpspoof, thc-ipv6 e SSLStrip

Os ataques à rede local do tipo man-in-the-middle, ou comumente conhecido como MITM, permitem ao atacante posicionar-se no meio da comunicação entre duas partes. Este ataque é útil para conduzir outros ataques, como sniffing(captura das informações) e session hijacking (sequestro de sessão).

Em um ataque MITM, a vítima não percebe a interceptação do tráfego e isso permite ao atacante a leitura e captura do tráfego entre as duas vítimas como também a alteração da informação para os fins de objetivo do ataque, sem a interrupção da comunicação do ponto de vista da vítima. Continue reading

MPLS (Multi Protocol Label Switching) – parte 2

Como iniciado no primeiro post, em uma rede com arquitetura MPLS cada roteador da topologia possui uma designação que define a sua posição e atribuição na topologia:

  • CE (Customer Edge Router) – possui a função de prover conectividade para a rede MPLS e é situado na “borda do cliente”. Não encaminha e nem troca labels.
  • PE (Provider Edge Router) – é responsável pela conexão entre uma rede IP (rede do cliente) e a rede MPLS (rede da Operadora/Provider)
  • P (Provider Edge Router) – é responsável pelo encaminhamento de pacotes baseando-se nos labels.

Continue reading